Friday, 3 August 2007

Um brasileir@ em Londres - Entrevista


Letícia Lobão nasceu no Rio de Janeiro in 1979. É graduada em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Veio para Londres em 2005, foi ao Brasil em 2006 e alguns meses depois retornou ao Reino Unido, mas dessa vez noiva e prestes a casar, com o húngaro Norbert, em solo britânico. Leticia hoje mora no sul de Londres, há exatos 23 minutos de trem da estação de BlackFriars, e não sabe quando volta ao Brasil.


Qual é a sua mais remota lembrança?


Lembro de ter assistido pela TV a primeira edição do Rock in Rio, em 85, no colo da minha mãe, quando eu tinha cinco anos de idade. Eu estava comendo rosquinhas Mabel - que são tão remotas quanto a minha lembrança - molhadas no creme de leite. Acho que entendia o show porque lembro que gostei. Assistimos Queen e até hoje gosto bastante, mas não o suficiente para ir ver o “We will Rock You” (musical em cartaz em West End, em Londres).

Qual foi/é o maior medo da sua vida?

Medo da morte.

Qual a pessoa viva que você mais admira e por quê?

Luis Fernando de Simone. Ele é genial, sabe exatamente o que quer e é feliz, apesar de ser um pianista no Brasil.

Qual o traço/característica que você menos gosta em você mesma?

Ser crítica, demasiadamente crítica.

Qual foi o momento mais embaraçoso da sua vida?

Até tem um, mas não dá pra você colocar. O que é embaraçoso geralmente a gente não quer divulgar, né? Mas é referente a sexo.

Qual é a sua palavra favorita?

Justiça

Onde você gostaria de viver?


No Rio de Janeiro, a melhor cidade do mundo.

Qual é a primeira coisa que vem a sua cabeça quando você pensa em Londres?

Dinheiro e Capitalismo

O que faz você ficar deprimida?

Estagnação

Qual foi a última vez que você chorou e por quê?

Ontem, porque senti saudades do Brasil.
Quais são as palavras ou frases que você usa exageradamente?

Não. Sou muito pessismista.

Qual foi a maior realização que você já alcançou?

Ter feito sozinha um mochilão pela Europa.

O que faz você perder o sono?

Nada. Nem quando meu pai morreu eu perdi o sono.
Como você gostaria de ser lembrada?

A melhor amiga, historiadora, amante ...

1 comment:

Luiz De Simone said...

Lets...
...sem comentarios.
Fiquei muito emocionado.
Você é linda!! :_)

E trate de mudar esse humor!
Vou dar um jeito nisso quando chegar. :)

Beijos, mon amour!
Do seu eterno amigo, Luiz.