Monday, 5 March 2012

Entrevistei Abdel Bari Atwan - Revista Retrato do Brasil jan/2012

Sem papas na língua. Característica inegável que lhe vale, nas suas próprias palavras, ser objeto de uma perseguição internacional. “Israel quer me silenciar”, afirma. Abdel Bari Atwan é o editor-chefe do al-Quds al-Arabi, com sede em Londres e um dos mais influentes jornais árabes no Ocidente. É também o jornalista que ganhou fama mundial ao entrevistar Osama Bin Laden, numa caverna em Tora Bora, no Afeganistão, cinco anos antes do ataque da Al-Quaeda contra o World Trade Center, em Nova Yorque. E Atwan é, além disso, uma voz irremediavelmente direta que em alto e bom som opina sobre temas políticos do Oriente Médio, principalmente da Palestina, sua terra natal – uma voz que de tão alta é quase estridente para os ouvidos sensíveis de diferentes partes do globo com interesses na região.





1 comment:

Juliana Vitorino said...

Simpático na mesma medida em que é polêmico... heheheh. Uma voz necessária, mais do que radical (ainda que ele pareça não se importar muito com os rótulos). A parte da terceira intifada, dita por ele com uma super naturalidade, ainda me surpreende: porque acho que apostar na intifada é mais do mesmo, no sentido da violência gerada. Mas também tenho me convencido de que a insurreição dos oprimidos inevitavelmente chegará. Nesse sentido, a idéia não é "para nada" absurda.