Friday, 25 November 2011

De manhãs, lugares e noticias


Estão as coisas em seu lugar? Ah, o lugar! Dessa vez como o mundo inicia o fim de semana? Talvez um pouco menos do mundo hoje. Acordei decidido a comer uma fruta; e, em minha própria razão, tomei-o da geladeira e o cortei sem a menor precisão cirúrgica e com muita cerimônia. Não me lembro jamais de ter tido vontade de comer um mamão, ou qualquer outra fruta e, na verdade, tampouco tinha agora. Tive sim uma resolução, pelo menos uma pontual. “Para de perguntar ´por que´”, alguém reclama com tom ambíguo. E eu, aferrado a regras inexistentes, ousei (entre aspas) alterar o cardápio do meu café da manhã. Senti falta de uma msg no telefone. Senti uma falta tremenda de Londres e de tudo o que ela me é. Enquanto abria os olhos, inusitadamente lembrei-me de uma pint cautelosamente enchida com o perfeitamente dourado de uma checa Staropromen. Como se Londres fosse apenas pints... mas são ótimas desculpas. Eu cheguei de um janeiro em Londres, e isso diz muito, a um fevereiro em Recife, e isso diz muito. E a entrevista com Mr. Tariq Ali? Sim, tenho registro com ele e tudo mais, vou postar e explicar aqui em breve. “All I know is tonight”, diz a canção, e eu também diria, se agora não fosse manhã. Não deixo nunca de pensar no lugar, nem nas coisas. Nem sempre sei aonde vou mas sei onde estou. Hoje eu termino o documentário do MLST. Hoje eu estou sabendo que sou doutorando em Relações Internacionais da UFPE (vide foto). Hoje eu comi mamão, mas meto o pé na jaca.



4 comments:

Juliana Vitorino said...

Tu comeu o mamão? Uau! E eu pensando q ele ia parar, impiedosamente, no lixo...ahahahaha.
"As lembranças só são do passado", canta o Otto. Tu sabe que eu não acredito nisso, né? Mas, no fim das contas, contigo nunca se trata de lembrança, tampouco de passado, tu chama isso de perspectiva. "O lá só é bom pq é o lá", tu me disse uma vez. E eu morro de raiva por saber que tu tava certo. Tu agora vive no meu lá, que é, agora, o meu aqui. E isso pode não dizer nada pra muita gente, mas tu sabe do que eu tô falando.
Só te digo uma coisa: a gente pode dominar o mundo! Comecemos, pois. E, só pra te alfinetar, o doutorado é ciência política, visse? ahaahaha.

Anonymous said...

you had papaya in the fridge? how strange!!
congratulations
e.xx

Anonymous said...

‎"Twenty years from now you will be more disappointed by the things you didn’t do than by the ones you did do. So throw off the bowlines, sail away from the safe harbor. Catch the trade winds in your sails. Explore. Dream. Discover.”

manu said...

parabéns, gringo! e obrigada por compartilhar teu eu :)