Tuesday, 19 August 2008

Desde mi ventana en la Avenida Izalco



Em Londres eu algumas, poucas, vezes registrei algumas cenas que se via da minha janela em Albion Road. Esses rapidos e despretensiosos momentos de tipica vida que se veem passar da propria janela constituem uma maneira simples de arquivar memorias.



Mas aqui em El Salvador desde a minha janela, do meu quarto no pequeno hotelito onde tenho vivido, a unica imagem que se pode ver eh a do vulcao de San Salvador, escondido atras de telhados e cabos de fiacao eletrica, coberto pela vegetacao que surge com mais intensidade devido a estacao das chuvas.



Essa eh a unica imagem que posso ver da minha janela na Avenida Izalco. E eh suficiente.

3 comments:

Léli said...

E fazendo um exercício de imaginação e esquecendo os telhados e fiação a imagem, a paisagem é bem bonita. É claro, na minha opinião, que se o dia estivesse azul com raios de sol a foto ficaria mais viva. Mas como nossos dias aqui em Pelotas, ou Satolep, para os íntimos têm sido bem gris, eu me conformo em ver o que vês.
Um beijo amigo, saudade

Ju Vitorino said...

Acho que essa eh a imagem que se ve em quase todas as janelas de San Salvador. Ate eu que nem tenho janela sou perseguida pela "silhueta imponente" desse vulcao. Acho ate que me acostumei. Quando ando na rua sempre o procuro e, acho, vai faltar alguma coisa na paisagem quando eu voltar pra Recife...

Juliana Vitorino said...

Esse e o retrato do atraso... Tu nem mora mais na Izalco, Aleks!